Mercado

  • 26/05/2020

ZM S.A. - Reinventar os negócios para amenizar os efeitos do coronavírus

A ZM S.A. – marca que produz relés de partida, parafusos, porcas de roda, peças especiais conformadas a frio, motores de partida, alternadores, polias para alternadores, induzidos, fixadores e cruzetas – se pronunciou através do CEO Alexandre Zen sobre como a empresa está agindo por conta da pandemia do Covid-19, o novo coronavírus. O profissional afirma que o momento é de reinventar os negócios para poder amenizar os efeitos da doença.

Confira o depoimento de Alexandre Zen na íntegra:

Todos no planeta, sem exceção, estão sentindo os impactos negativos gerados pelo novo Coronavírus, o Covid-19. Muitos discursos motivacionais tomaram conta das redes sociais, das redes de TVs, das entidades de classe, etc, mas muito poucos desses focaram diretamente no ser humano e em como as pessoas conseguirão, individualmente, superar não somente a crise, mas as perdas da sua capacidade de gestão frente a algo quase incontrolável. Um exemplo são os profissionais de saúde envolvidos diretamente no combate ao vírus, que por mais esforço que fizessem e por mais treinamento que tenham, ou equipamentos, não conseguem salvar a todos. Estamos vendo em muitos lugares, o colapso do sistema de saúde e a falta de disponibilidade dos recursos para o trabalho desses profissionais.

Utilizarmos desse momento de fragilidade global para criarmos estratégias individuais com benefício próprio, não é ético e nem sequer humano. Nossas empresas precisam agora aprender que existe algo muito maior, que vai além do poder ou do dinheiro, que vai além dos seus planos de negócios ou planejamentos estratégicos, que é a falta da capacidade da percepção das pessoas sobre o que elas não conseguem controlar. Uma lição sobre tudo que está acontecendo precisa ficar gravada na memória de todas as nossas empresas, para essa geração e para as próximas, que é nunca haverá um plano de contingencia perfeito que poderá cobrir a tudo que aconteça.

Percebemos, hoje, que as nossas empresas dependem umas das outras, que nossas empresas dependem das pessoas e que as pessoas dependem das nossas empresas. Uma cadeia de dependência econômica que precisa ser respeitada. Cabe aos gestores agora reinventarem-se para amenizar os efeitos causados, não somente em seus negócios, mas em toda a cadeia de suprimentos e consumo, que precisa estar saudável e operante. O momento é de buscar parcerias, conversando com o seu fornecedor, atendendo o seu cliente em suas reivindicações, identificando os danos causados e ajudando a fechar as feridas, que estão sendo abertas e deixadas pela crise.

Alexandre Zen – CEO da ZM/S.A

Fonte: https://novovarejo.com.br/zm-s-a-reinventar-os-negocios-para-amenizar-os-efeitos-do-coronavirus/